Trabalho humano X máquina

Um assunto bastante debatido hoje é a questão de “robôs tomarão meu emprego” … inclusive é um bom debate de carreira: Como você se desenvolvendo para que seu trabalho não seja substituído por um robô?

O que será cada vez mais valorizado daqui para frente no mercado de trabalho e como fica o mercado?  Falando sobre carreira e futuro do trabalho, há uma tendência cada vez maior (conforme podemos ver na imagem abaixo) de aumento da automação dos postos de trabalhos.

Divisão de horas de trabalhadas Humanos X Máquinas

Rumo Desenvolvimento Humano

Diferente da 3ª Revolução Industrial onde se tem automação basicamente com robô “burro” como se diz; a 4ª Revolução traz a questão de inteligência aplicada. Ou seja, existe a aquisição de dados, análise dos mesmos e tomada de decisão por parte do robô, característica desta revolução.

Segundo o Fórum Econômico Mundial, temos uma mudança na taxa de automação. Em 2018 temos que 71% das horas trabalhadas foram realizadas por humanos e 29% sendo realizadas por máquinas. A previsão do Fórum Econômico Mundial é que para 2025 sejam 48% das horas sendo feitas por humanos e 52% das obras feitas com as máquinas. Muita gente olha isso e pode pensar então que é o fim emprego. Eu tenho uma visão um pouquinho diferente e baseado não no que acredito, mas baseado em outros dados, como, por exemplo, de que temos uma mudança no modo de trabalho, e no que é trabalho de fato.

Tudo aquilo que for atividade previsível e repetitiva, seja física ou mental, será automatizada, se é que já não foi. Estamos inclusive falando de automação em ambientes de escritórios e atividades menos físicas. É possível ver impacto por exemplo em redação em jornalismo, em redação de muitas questões ligadas à advocacia; em atendimentos de saúde como a parte automatizada. Isso sem falar nas opções de atendimento automatizado, seja via telefone ou chat. Então, tudo isso já faz parte da realidade, do nosso dia a dia, e em funções que antes não se imaginava que poderiam ter uma automação tão grande assim. Vai para o robô o que é automático e a parte do relacionamento e da criação fica com o humano, que pode dedicar mais tempo a isso.

Assim se coloca um outro desafio: o que que te faz único e o que você faz que agregar valor? O que ligado a criatividade, a relacionamento, bem como também aspectos muito demandados ligados a características cognitivas e emocionais, você tem em destaque? Por que isso?  Porque aquilo que é unicamente humano é o que vai ser cada vez mais valorizado … e também é desafiador desenvolver, pois não é apenas um treino simples, são habilidades complexas que precisam ser adquiridas por cada pessoa para se transformarem em competências. Coisas que não basta apenas “procurar no Google” ou ter um certificado, precisa de exposição, de vivência, de erros para poder acertar … o que você está fazendo hoje para ser melhor que um robô?

Obrigada por ler este artigo!!

Cibele Sanches

Multi especialista em RH e Especialista em 4ª Revolução Industrial

Para ler no Linkedin: https://www.linkedin.com/pulse/trabalho-humano-x-m%25C3%25A1quina-cibele-sanches

Eu não consigo!!!

Dos fatos interessantes do processo de coaching … um bom profissional de coaching precisa ter uma boa bagagem. Dentre diferentes motivos, para poder adaptar o plano a necessidade do cliente … muito diferente de ser um mero “aplicador de ferramentas” e um colecionador de frases de efeito. Precisa poder construir junto com o(a) seu(sua) cliente.

Em uma sessão sai com uma intervenção diferente e, com certeza, não planejada. No trabalho de clarificação e planejamento, a pessoa, depois de muito evoluir, “travou” e começou a dizer repetidamente “Não consigo! Não consigo! Não consigo! Não consigo!” … Dei o tempo a esta pessoa, para ela poder ouvir o eco da própria voz, enquanto provavelmente estava esperando eu dizer “você consegue, vamos lá …” e outras frases “manjadas”.

Eu saquei um dos post its que estávamos usando para organizar as ideias, escrevi nele e colei na parede, assim como as outras ideias que a pessoa estava me dizendo … escrevi com letra bem grande (e feia :o) ) e colei bem no meio de todas as ideias lindas. Fiquei olhando para a parede e disse “Pronto! Não consegue!”.

Bom … santo remédio … após uma cara de espanto … destravou na hora. Ver expresso o que estava dizendo para se limitar fez a pessoa ir até a parede, na mesma hora, e tirar com muita energia o tal post it e me disse “ISSO NÃO!!!” (Excelente!!!).

Terminamos o trabalho, tirei os post its da parede e entreguei a essa pessoa com a organização que fizemos, para que pudesse dar continuidade a suas ações. Olhei para o post it do “não consigo” que estava em cima da mesa, no meio de muitas canetinhas, folhas etc … Peguei na mão, olhei para ele, virei para a pessoa e disse com uma cara bem séria: “e este aqui, vai levar?”. Não levou um segundo a resposta: “NÃO, NÉ!!! Some com ele, isso não é comigo!!”.

Feliz com os resultados desta pessoa, com certeza descobriu que várias das limitações são ideais que acabamos repetindo a nós mesmos e que não ajudam em nada. Feliz por toda a produção que pode realizar e pelos resultados que está alcançando, parabéns!!!

________

Quem sou eu? Sou Cibele Sanches, atuo na Rumo Coaching & Desenvolvimento, com desenvolvimento de pessoas e organizações, principalmente com questões ligadas ao futuro do trabalho. Como faço? Usando meus mais de 18 anos de experiência com Recursos Humanos e desenvolvimento de pessoas, atuando em ambientes complexos e de mudanças em empresas multinacionais e nacionais. Sou formada em Psicologia (UFRGS), com MBA em Gestão Empresarial (FGV), MBI em Indústria Avançada (FIESC/SENAI) (em curso), Formação em Dinâmica dos Grupos (SBDG) e estudo coaching desde 2002 (sim, isso mesmo 🙂 )

Rumo_Industria_4_0

Qualificar ou não qualificar? E no que posso te ajudar!

Ola!!

Sem saber como desenvolver seus colaboradores ou achando que não tem retorno com treinamentos? Posso te ajudar!! A Rumo Coaching & Desenvolvimento traz para você e sua empresa estratégias em qualificação ligadas a inovação, preparação de habilidades para o presente e futuro do trabalho, sempre com o olhar de gestão de pessoas.

Desenvolvo soluções em qualificação e crio estratégias e trilhas de desenvolvimento para sua empresa. Como diferencias, a proposta da Rumo é oferecer desenvolvimento de forma prática e focada, reduzindo tempo dedicado a treinamentos, através de técnicas e conteúdos atualizados. Metodologia de levantamento e acompanhamento antes e depois da qualificação.

Treinamentos técnicos e comportamentais / softskills, reuniões facilitadas, cenários de inovação e gestão de pessoas, o que você precisar, eu desenvolvo e conduzo para sua empresa.

Conheça algumas de nossas ofertas já prontas e testadas:

– Gestão de Pessoas em tempos de Indústria 4.0 (Inovação)

– Quem tem medo do feedback? (Feedback)

– Que líder eu sou? (Liderança)

– E agora, que pergunta eu faço? (Entrevista por competência)

– Carreira: Planejando e desenvolvendo frente a novos cenários (Palestra carreira)

– Conta comigo! (Comunicação e relacionamento)

– Como rodar avaliação de desempenho (Avaliação de desempenho)

– Meus objetivos, meus resultados (Gestão de objetivos)

– Eu o outro e a comunicação (Palestra sobre comunicação)

– Um convite para conversar (Comunicação não violenta e conflitos)

– Coaching de carreira

– Coaching de liderança

– Mentoria para RH

– Mentoria para líderes

 

Lançamentos para 2019:

– Desenvolvendo habilidade do futuro

– Conflito e negociação

– Liderando em tempos de 4.0

– Técnicas de coaching para liderança e desenvolvimento

– Palestra Habilidades do Futuro

– Como realizar treinamentos e reuniões on line

 

Treinamentos oferecidos nas regiões de Blumenau, Joinville, Itajaí, Jaraguá do Sul, Florianópolis e também remoto.

O que você precisa ou deseja não está nesta lista? Não tem problema!! Vamos conversar e eu desenvolvo algo específico para você e sua empresa.

Oferecemos qualificações abertas e in company. Veja nosso calendário de qualificações abertas aqui!!

Quer saber de algumas empresas que seus profissionais já passaram por ações da Rumo? Veja aqui !!

Conte com uma Multi especialista em RH e especialista e 4ª Revolução Industrial para os seus desafios.

Conheça mais em nossas redes sociais e vamos conversar para que a Rumo te ajude a desenvolver seus colaboradores e sua empresa para o presente e para o futuro!!

Obrigado!

Cibele Sanches

Rumo_Industria_4_0

(apresentação sobre avaliação de habilidades do futuro na 2ª turma do MBI de Indústria Avançada – FIESC/SENAI – Florianópolis)

Indústria 4.0 e o RH – parte 1

1ª Parte do bate papo feito com profissionais de RH e gestores de pessoas sobre os impactos da Indústria 4.0 e Internet Industrial.

Venha conhecer um pouco mais sobre o tema!!

 

 

Realizado por: Cibele Sanches, Multi Especialista em RH e Especialista em Indústria 4.0, mais de 18 anos de experiência com Recursos Humanos e desenvolvimento de pessoas, atuando em ambientes complexos e de mudanças em empresas multinacionais e nacionais. Formada em Psicologia (UFRGS), com MBA em Gestão Empresarial (FGV), MBI en Indústria Avançada (FIESC/SENAI), Formação em Dinâmica dos Grupos (SBDG).

Para saber mais e receber novidades: www.rumocoaching.com.br

Email: contato@rumocoaching.com.br

O RH e a Internet Industrial: Como apoiar a transformação digital

Confira matéria completa publicada no site da ABII (Associação Brasileira de Internet Industrial)

Bate papo - RH e a Internet Industrial - 20180806

“De acordo com Cibele, a Internet Industrial é uma realidade principalmente, em países tecnologicamente mais desenvolvidos do que o Brasil, onde a capacitação e o tratamento de dados é mais presente no dia a dia. “Seja na identificação do tempo de chegada de um ônibus do transporte público, seja em sensores nas turbinas de um avião transmitindo em pleno voo dados para manutenção quando ele pousar ou ainda dados sobre os sinais vitais e evolução de tratamento médico em um hospital”, destacou.

 Ainda, segundo ela, uma vez que estamos falando de sistemas conectados, dados da nuvem, acesso via dispositivos móveis, existe um risco sobre a segurança destes dados e o que pode e não pode ser usado. “Já vimos diversos casos de vazamento de dados de sites e os transtornos que isso pode causar. Se levarmos isso para sistemas mais integrados e complexos, é um risco a ser mitigado com medidas de cibersegurança, a qual também é uma tecnologia habilitadora da Internet Industrial. Os prós são infinitos como, por exemplo, dados que serão transformados em informações confiáveis para tomadas de decisão mais precisas e só isso já vale a pena investigar este assunto. Estamos falando de facilidades cotidianas que podem transformar os diferentes sistemas que utilizamos, deixando mais tempo para nos concentrar em produzir e aproveitar melhor a vida”, pontuou.

 Além desses temas, foram abordados no decorrer do bate-papo: As Tecnologias Habilitadoras que combinadas trazem soluções e novas ferramentas. Também como o RH pode apoiar essa transformação digital na empresa, por meio da adequação de práticas de gestão de pessoas para estimular inovação, além de comunicação e estímulo à qualificação.

Na visão de Cibele, as pessoas já utilizam a internet industrial quando usam serviços como Waze, Netflix, Uber entre outros. “Todos esses aplicativos usam sensores e trabalham com dados para fazer as previsões e sugestões para melhor tomada de decisões e estes são exemplos básicos. Nas empresas observa-se facilmente a internet industrial quando se fala no aumento da disponibilidade de máquinas e serviços pela diminuição de tempos de manutenção”, observou.”

Confira matéria completa publicada no site da ABII (Associação Brasileira de Internet Industrial)

Quem sou eu? Sou Cibele Sanches, atuo na Rumo Coaching & Consultoria e atuo com desenvolvimento de pessoas e organizações. Como faço? Usando meus mais de 18 anos de experiência com Recursos Humanos e desenvolvimento de pessoas, atuando em ambientes complexos e de mudanças em empresas multinacionais e nacionais. Sou formada em Psicologia (UFRGS), com MBA em Gestão Empresarial (FGV), MBI en Indústria Avançada (FIESC/SENAI), Formação em Dinâmica dos Grupos (SBDG) e estudo coaching desde 2002 (sim, isso mesmo 🙂 )

Para saber mais e receber novidades: www.rumocoaching.com.br/contato

Email: contato@rumocoaching.com.br